Sobretudo no momento em que a tocara, compreendera: o que se seguisse entre eles seria irremediável. Porque quando a abraçara, sentira-a viver subitamente em seus braços como água correndo. E vendo-a tão viva, entendera esmagado e secretamente contente que se ela o quisesse, ele nada poderia fazer… No momento em que finalmente a beijara sentira-se ele próprio de repente livre, perdoado além do que ele sabia de si mesmo, perdoado no que estava sob tudo o que ele era… Daí em diante não havia escolha.

— Clarice Lispector

Um comentário

  1. nossa... que frase maravilhosa! Adorei!!!
    Ja estou seguindo o blog certo... hehehehe
    Bjinhus

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário e não esqueça do seu link para que eu possa visitar! :)
Não deixe de acompanhar o blog nas redes sociais, e se tiver dúvida entre em contato!
Beijos, volte sempre (:

Copyright © 2016 Loucuras de Amanda | Todos os direitos reservados | Layout por: Amanda Portfólio